Posts

Representantes comerciais Júlio Cezar e Andrei com o diretor técnico da Rebotec Jonathan.  
Foto Assessoria de Imprensa

Associado do SIRECOM-MS usufrui do serviço ‘Espaço do Representante’ sem custo de locação

Além de sindicalizado, o representante comercial Júlio Cezar Duarte Rodrigues é um associado do SIRECOM-MS, e nesta terça-feira (11), a partir das 18h, usufruiu do espaço oferecido, sem custo de locação, para realização de palestra, apresentando na oportunidade o produto Rebotex, lançado recentemente pela distribuidora Moldimplas.

Proprietário da Duarte & Koller Representação Ltda, Júlio Cezar, acompanhado do seu parceiro Andrei Júnior Koller e do diretor técnico da Rebotec Jonathan Marques de Albuquerque, fez a apresentação do inovador Rebotec, que “se trata de um impermeabilizante definitivo. O Rebotec é uma promessa na solução definitiva dos problemas de infiltração”.

associado sirecom ms 1

Representante Júlio Cezar elogiou a estrutura oferecida pelo SIRECOM-MS. Foto Assessoria de Imprensa

O representante comercial ficou satisfeito pelo benefício que recebeu do sindicato por ser um associado. Além de não pagar nada no que se refere à locação, ele se declarou satisfeito com a estrutura oferecida para realização de seu evento. “A estrutura que foi colocada à nossa disposição é maravilhosa. O atendimento também é excelente. Tivemos todo o respaldo necessário para realizar um evento bem-sucedido”, enalteceu.

Com a intermediação do SIRECOM-MS, Júlio Cezar conseguiu também o respaldo do Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Dourados – SINDICOM – para promover o evento em Dourados.

Segundo Júlio Cezar, “é desse respaldo que precisamos. Quero agradecer ao SIRECOM-MS, que sempre nos atendeu muito bem”.

 

Serviço ‘Espaço do Representante Comercial’

 

O SIRECOM-MS disponibiliza espaço para treinamentos, reuniões, entre outras atividades relacionadas à área da representação comercial.

Associado: Gratuito (com agendamento)

Sindicalizado: R$ 200,00 (período)

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones: (67) 3325-7111 e 9 9916-9633 (WhatsApp).

 

*Assessoria de Imprensa

Felisberto comemora as vantagens oferecidas pelo SIRECOM-MS

Categoria desperta para as vantagens de adquirir ‘Sem Parar’ no SIRECOM-MS

Hoje (9/6), foi a vez de Felisberto D. S. Ferreira, funcionário de uma empresa de Representação Comercial da Capital,  aproveitar as vantagens oferecidas pelo SIRECOM-MS, graças à parceria firmada com o Sem Parar. Ele, além de pagar menos pelo serviço, não precisou se deslocar aos pontos de vendas distantes.

O SIRECOM-MS é o primeiro  sindicato do País a se tornar um credenciado da empresa Sem Parar, beneficiando não só a categoria da Representação Comercial do Estado, como a sociedade de maneira geral.

Ao procurar o Sem Parar no SIRECOM-MS, o campo-grandense obtém duas vantagens: paga preço promocional e evita ter que se dirigir até ao Anel Viário (BR 163), no posto Caravágio, que até então era o local mais próximo para se adquirir o Sem Parar. Os valores promocionais serão válidos até o próximo dia 31 de julho.

Serviço:

Os interessados podem tirar suas dúvidas pelo whatsapp (67) 99916-9633, fazer a troca ou adquirir o seu Sem Parar na sede do sindicato, localizada à rua Quintino Bocaiúva, 766 – Jardim TV Morena – Campo Grande .

 

*Assessoria de Imprensa

George Pereira sempre está atento às ações do SIRECOM-MS. Foto Assessoria de Imprensa

Representante comercial adquire ‘Sem Parar’ no SIRECOM-MS com valor promocional

De forma inédita no País, o SIRECOM-MS é o primeiro  sindicato a se tornar um credenciado da empresa Sem Parar, beneficiando não só a categoria da Representação Comercial do Estado, como a sociedade campo-grandense de maneira geral.

Ao procurar o SIRECOM-MS, o representante comercial George Pereira (do segmento de supermercados, papelaria e utilidades), que além de sindicalizado é um associado, obteve duas vantagens: pagou preço promocional e evitou ter que se deslocar até ao Anel Viário (BR 163), no posto Caravágio, que até então era o local mais próximo para se adquirir o Sem Parar. Os valores promocionais serão válidos até o próximo dia 31 de julho.

Presidente José Alcides faz entrega do Sem Parar a George Pereira. Foto Assessoria de Imprensa

Presidente José Alcides faz entrega do Sem Parar a George Pereira. Foto Assessoria de Imprensa

Para George Pereira, é necessário estar atento às ações do sindicato, procurando sempre usufruir dos benefícios que são proporcionados à categoria. “Muitas vezes a gente só critica, e acaba não valorizando o que nos é oferecido de benefícios”, comentou ao lembrar que a proatividade do SIREC OM-MS em firmar parceria com o Sem Parar garantiu comodidade para toda população campo-grandense, já que só existiam os pontos de venda nas barreiras Anhanduí, Jaraguari, e no Posto Caravágio.

Na opinião do representante comercial, a iniciativa “é muito legal, porque abre as portas do sindicato principalmente aos representantes comerciais, dando-lhes a oportunidade de conhecer o sindicato”.

Durante sua visita, George Pereira aproveitou para se reunir com o presidente José Alcides, assessora Jurídica Ana Graziela e com executivo Joelson dos Santos, quando expôs suas ideias com objetivo de integrar mais a categoria, fortalecendo-a para não só manter os benefícios já conquistados, como lutar pela concretização de antigas reivindicações. “Sem união e participação de todos os representantes comerciais, vamos ficar estacionados só com cobranças e críticas, sem alcançarmos os resultados almejados”, advertiu.

 

Serviço:

Os interessados podem tirar suas dúvidas pelo whatsapp (67) 99916-9633, fazer a troca ou adquirir o seu Sem Parar na sede do sindicato, localizada à rua Quintino Bocaiúva, 766 – Jardim TV Morena – Campo Grande .

 

*Assessoria de Imprensa

arrte sem parar sirecom ms

SIRECOM-MS oferece planos diferenciados do ‘Sem Parar’

De forma inédita no País, o SIRECOM-MS é o primeiro  sindicato a se tornar um credenciado da empresa Sem Parar, beneficiando não só a categoria da Representação Comercial do Estado, como a sociedade campo-grandense de maneira geral.

A empresa oferece cobertura completa em 99% dos pedágios pelo Brasil.  Atualmente não existe nenhum ponto de venda no perímetro urbano de  Campo Grande. O lugar mais próximo é o Anel Viário (BR 163), no posto Caravágio, fato que acarreta muitas reclamações devido à distância.

Ao procurar o SIRECOM-MS, os usuários serão beneficiados com planos diferenciados, preços bastante atrativos. Mas atenção, os valores promocionais serão válidos até o próximo dia 31 de julho.

Os interessados podem tirar suas dúvidas pelo whatsapp (67) 99916-9633, fazer a troca ou adquirir o seu Sem Parar na sede do sindicato, localizada à rua Quintino Bocaiúva, 766 – Jardim TV Morena – Campo Grande .

arrte sem parar sirecom ms

 

*Assessoria de Imprensa

Irmãos Oswaldo e Suely comemoram as bodas de ouro da Representações Rodrigues. Foto Assessoria de Imprensa

Bodas de ouro: persistência marca os 50 anos da Representações Rodrigues

O ano de 2017 é histórico para a empresa Rodrigues Representações Ltda, que completa neste mês de maio 50 anos de existência. O fundador da empresa, Oswaldo Rodrigues dos Santos (in memorian), conhecido como Jamanta, a partir de 1962 passou a viajar para Campo Grande , quando iniciou na então profissão de “caixeiro viajante”, percorrendo todo o Estado de Mato Grosso. Sua primeira representada foi a “Cipla”, distribuidora de auto peças que já não existe. Em 1967 fundou a empresa Representações Rodrigues.

Mais estabilizado, em 1969, Jamanta trouxe sua família de São Paulo para morar também na “Cidade Morena”. A esposa, Maria Aparecida Cardoso Santos (in memorian), dava todo o respaldo, assumindo as responsabilidades da educação dos oito filhos do casal, para que o representante comercial, que passava até um mês fora de casa trabalhando, pudesse prosperar nos negócios.

Empresário Oswaldo disse que a persistência marcos os 50 anos da Representações Rodrigues

Empresário Oswaldo disse que a persistência marcou os 50 anos da Representações Rodrigues

Jamanta veio a falecer em 1977, aos 53 anos de idade. Os filhos herdaram do pai a vocação para a representação comercial, dando continuidade à história da  Representações Rodrigues.

Sob forte emoção, Oswaldo Rodrigues Filho lembra com orgulho do perfil de seu pai. “Sempre tentei seguir os exemplos deixados pelo meu pai. Até hoje ele, graças ao seu trabalho dedicado como representante comercial, é lembrado pelo pessoal ligado às indústrias. É um exemplo até difícil de ser seguido, pois meu pai se destacou muito em sua profissão, mesmo com todas as dificuldades da época”, disse.

 

Uma história de luta

 

Ao recordar a luta de seu pai, Oswaldo Rodrigues Filho apontou algumas dificuldades da época, tais como o transporte, com estradas de terra ruins e inexistência de rodovias; a comunicação também era precária, esta que foi melhorar um pouco com o surgimento do telex. Em início de 1980, houve um avanço maior com o fax e hoje temos a facilidade de toda tecnologia disponível a nosso favor.

 

Méritos

 

Desde a época de seu pai para cá, observou o empresário, a imagem do representante comercial mudou muito, e infelizmente não são todas as mudanças que foram positivas.

Quando iniciou a carreira, lembrou Oswaldo Rodrigues Filho, o cliente fazia questão de atender o representante comercial. “Os clientes, principalmente dos municípios, levava-nos para casa deles. Não éramos somente um fornecedor, e sim amigos. Hoje isso mudou, ainda temos grandes amigos mas vem diminuindo e o relacionamento com muitos acaba sendo quase que estritamente comercial”.

 

Persistência

Nem tudo foram flores, comentou Oswaldo Rodrigues Filho, que atua como representante comercial há 36 anos ao lado das irmãs Roseli (in memorian) e Suely, pois “tivemos que enfrentar nestes anos à frente da Rodrigues Representações momentos  muito ruins”. Ele atribui os 50 anos de existência da Representações Rodrigues ao espírito de persistência da família, por acreditar no trabalho, apostando que sempre iria melhorar.

O empresário disse que nunca pensou em desistir da Representações Rodrigues, haja vista que apesar das crises, ele tinha experiência no ramo e o amor pela profissão acaba falando mais alto.

Ao avaliar o atual cenário, o empresário declarou que a indústria não precisa mais de um vendedor, o perfil do representante mudou muito, hoje tem que serum promotor, administrador, e consultor dos clientes. “O representante comercial não pode se limitar a colocar mercadoria dentro das empresas. Temos que ajudar os nossos clientes a vender, de maneira certa e pelo preço justo”.

Para Oswaldo Rodrigues Filho é lamentável constatar que tanto determinados clientes como algumas representadas consideram que o representante comercial já não é mais necessário no mercado, principalmente por eles terem grande acesso às informações etecnologia. “Hoje verificados em muitos casos o contato direto da fábrica com o cliente. Nosso maior desafio é mostrar que somos importantes, mas para isso temos que dominar os conhecimentos do mercado. Somente o representante comercial está capacitado para fortalecer a identidade das indústrias que representa perante os clientes. N final, o relacionamento faz muita diferença na hora de fechar as vendas.”

Durante a entrevista, o empresário fez questão de destacar a indústria “Driveway”, representada que está com a Representações Rodrigues desde 1972, um exemplo de valorização aos profissionais da representação comercial.

Vale ressaltar que em 26 de setembro de 2013, Oswaldo Rodrigues Filho recebeu da Assembleia Legislativa de MS o diploma de Honra ao Mérito em homenagem a sua atuação profissional de destaque na área da Representação Comercial Autônoma no âmbito do Estado.

A irmã do empresário – Suely Rodrigues, enviou um e-mail ao SIRECOM-MS, manifestando sua alegria na comemoração dos 50 anos da Representações Rodrigues, com o seguinte teor: “Poucas são as empresas brasileiras que se orgulham em poder comemorar 50 anos de atividade.  Continuamos com a mesma filosofia de nosso pai, que é confiar sempre, nunca desistir, fazer o melhor, cumprir promessas, e ter respeito e ética. Queremos compartilhar e agradecer a todos do SIRECOM-MS a grande alegria e o prazer desta comemoração. Vocês fazem parte destes 50 anos de uma história de sucesso”.

 

*Assessoria de Imprensa

Representantes do SIRECOM-MS, CORE-MS e ASMAD em audiência com presidente da Assembleia Legislativa de MS

SIRECOM-MS e CORE-MS somam forças com ASMAD para combater concorrência desleal

O SIRECOM-MS, CORE-MS e Associação Sul-mato-grossense de Atacadistas e Distribuidores (ASMAD) unem forças para acabar com a concorrência que consideram desleal em Mato Grosso do Sul

Em audiência com o presidente da Assembleia Legislativa de MS, Júnior Mochi (PMDB), Jairo Jorge Duarte de Rezende e Lionézio Duarte Rezende, representando na oportunidade o conselho e o sindicato dos representantes comerciais; Valquiria Marques e Maria Augusta Ishikawa, que falaram em nome da ASMAD, pleitearam condições de igualdade com relação ao recolhimento de impostos entre o comércio de MS e àqueles que vêm de outros Estados.

Segundo Jairo Rezende, “esta concorrência desleal vem achatando profundamente as nossas negociações em MS”.

Jairo e Lionézio Rezende representaram o SIRECOM-MS e CORE-MS durante audiência

Jairo e Lionézio Rezende representaram o SIRECOM-MS e CORE-MS durante audiência

Diante da situação, foi pedido apoio ao presidente Mochi no sentido de sensibilizar o Governo do Estado para que faça uma revisão tributária, garantindo tratamento igualitário entre os distribuidores e atacadistas do MS e àqueles de outros Estados. “Não é justo que os atacadistas que vêm de fora usufruam de lucros, sem investir nada em nosso Estado, pois sequer geram empregos”, indignou.

Com relação às mencionadas discrepâncias tributárias, informou Jairo Rezende, no Rio Grande do Sul já foi feita a correção, garantindo resultados positivos para o comércio daquele Estado, bem como à categoria da Representação Comercial, que passou a vender os seus produtos diretamente para as empresas que lá se encontram estabelecidas.

A recepção de Júnior Mochi, considerou Jairo Rezende, foi boa, mostrando que ele realmente está empenhado em fazer os questionamentos necessários, buscando respostas para serem discutidas em uma próxima reunião. “O ideal é que todos ganhem, ou seja, o comércio, Estado, e o representante comercial, dando uma contrapartida justa àqueles que realmente investem em Mato Grosso do Sul”, comentou.

 

União de forças

 

A diretora de Eventos Maria Augusta observou que, o CORE-MS e o SIRECOM-MS procuraram a Asmad, apresentando um problema que os atacadistas e distribuidores já estão sentindo há muitos anos. “Já tomamos medidas perante o Governo; elaboramos um projeto e apresentamos ao Secretário de Fazenda do Estado, expondo as dificuldades dos atacadistas e distribuidores hoje em MS”.

Na opinião de Maria Augusta, os atacadistas que vêm de fora “estão deitando e rolando aqui; visto que não geram nenhum emprego; não possuem unidade física instalada dentro de MS; a logística não é feita por nenhum veículo de transportadora de nosso Estado; e sequer abastecem os veículos dentro de MS”.

Segundo a diretora, a cadeia toda em MS está perdendo, inclusive com a perda de arrecadação.”Os atacadistas e distribuidores do Estado estão sem condições de concorrer, porque estamos instalados aqui, pagando os impostos, e eles simplesmente estão fazendo troca de notas, transferência de mercadorias”.

Com o apoio de Júnior Mochi, Maria Augusta disse que a intenção é sensibilizar o Governo para dar atenção a este grave problema que afeta todo o povo sul-mato-grossense, pois “nossos atacadistas estão fechando as portas”.

Durante o encontro, o presidente Mochi disse que o assunto tem que ser discutido com profundidade, inicialmente com os técnicos da Secretaria de Fazenda do Estado, procurando sensibilizá-los com relação ao problema de competitividade.

 

*Assessoria de Imprensa

Arte final: Sirecom-MS

Não obrigatoriedade da emissão de Nota Fiscal pelo Representante Comercial para o recebimento de indenização por rescisão contratual sem justa causa por iniciativa da Representada

Uma dúvida corrente dos representantes comerciais do MS é a de que se é ou não obrigatória a emissão de nota fiscal para o recebimento da indenização de 1/12 avos, nos casos de rescisão de contrato por iniciativa das representadas.

É importante esclarecer que, quando do pagamento das verbas indenizatórias, o documento hábil para tal comprovação é o Termo de Rescisão do Contrato de Representação Comercial, acompanhado de um Recibo de Pagamento, jamais a emissão de Nota Fiscal, posto que esta deverá ser emitida, somente, para o pagamento das comissões referentes à prestação de serviços.

Assim determinam os artigos 90 e 91 do Decreto 22.470 de 18 de julho de 1986, que a seguir transcrevemos:

“Art.90 – Por ocasião da prestação de serviços, deve o contribuinte emitir Nota Fiscal de Serviços ou Nota Fiscal-Fatura de Serviços, de acordo com os seguintes modelos, anexos ao presente decreto…”

“Art.91 – A Nota Fiscal de Serviços, série A, será emitida quando tributável o serviço prestado e deve conter as seguintes indicações…”

Observamos que o procedimento a ser adotado no caso do Representante Comercial, é por analogia ao do empregado celetista, já que este ao ser dispensado recebe suas verbas indenizatórias através de Termo e não do Hollerith convencional.

Desta forma, como a indenização não é a comissão auferida pelos serviços prestados, não se pode emitir nota a respeito dela.

Insta salientar que o departamento jurídico do SIRECOM/MS está à disposição para sanar as dúvidas dos representantes comerciais do MS a respeito de contratos iniciais, rescisões e demais assuntos de interesse da classe. O horário de atendimento é de segunda-feira a quinta-feria, das 13 h às 16h30.

Orientamos a todos que antes de assinarem qualquer documento relacionado às atividades de representação comercial, encaminhem ao departamento jurídico do SIRECOM/MS para análise.

 

* Artigo jurídico de autoria de Ana Graziela Acosta Silva – Assessoria Jurídica do SIRECOM-MS

Durante reunião foi definida a data e horários de realização do vestibular. Foto Assessoria de Imprensa

Estácio de Sá realiza vestibular para família e funcionários de Representantes Comerciais

O SIRECOM-MS e o Conselho Regional dos Representantes Comerciais (CORE-MS) avançaram com relação aos benefícios oferecidos por meio da parceria firmada com a Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande.
Em reunião realizada nesta quinta-feira (2/02), a partir das 10 horas, ficou definido que no próximo dia 4 de março (sábado), no período matutino às 9 h e no vespertino às 14 h, os representantes comerciais interessados em ingressar nos cursos oferecidos pela Estácio de Sá vão participar de vestibular exclusivo para a categoria, sendo avaliados através da produção de  redação, que terá duração de até uma hora.  As aulas estão programadas para ter início no dia 9 de março.
Os benefícios serão estendidos ainda aos familiares,  empresas de Representação Comercial e seus  funcionários.
Conforme convênio firmado, os representantes comerciais, desde que em situação de regularidade,  passam a ter direito a bolsas de Cursos de graduação, graduação tecnológica e pós graduação. Nas modalidades de ensino Presencial, ensino a distância e Flex (semipresencial) para graduação,  e presencial e EAD (educação a distância) para pós-graduação.
No caso da graduação o desconto concedido é de 35% e para pós-graduação é de 20%.  Para obter as vantagens, o representante comercial deverá apresentar a carteirinha do CORE-MS e declaração do sindicato; já seus familiares uma comprovação da dependência, que pode ser certidão de casamento, nascimento ou o próprio imposto de renda.
Com relação às empresas de Representação Comercial, terá que entregar à instituição de ensino como comprovação o contrato do funcionário ou carteira de trabalho.

Bolsas com renovação semestral

Conforme informou a consultora comercial Maitê Casara, a bolsa para graduação é renovada semestralmente. “No momento em que o aluno for renovar a matrícula, fazer a inclusão de disciplinas, deverá apresentar novamente a documentação solicitando os descontos  que lhes são garantidos por meio do convênio firmado com o SIRECOM-MS e CORE-MS”, explicou.
Outros benefícios disponibilizados por conta da parceria, desde que com agendamento prévio, referem-se a cursos e palestras.  Inclusive é possível fazer uso do auditório para realização de eventos.
De acordo com Maitê, caso o profissional, a empresa ou mesmo o conselho e o sindicato precisem de um espaço ou de algum professor da Estácio específico para determinado tipo de curso ou palestra, poderá requisitar à instituição. Os interessados, informou, podem ainda agendar um tour para conhecer a estrutura da faculdade.
A Estácio disponibiliza ao aluno material didático digital e gratuito; espaço carreiras, onde as empresas podem ofertar vagas de emprego e estágio para os alunos; pós-graduação  com parceria da Universidade de Harvard; visita comercial nas empresas interessadas em vestibular e matrícula in company.

Avanço importante

Para o presidente dos órgãos, José Alcides dos Santos, que participou da reunião, a parceria firmada com a Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande representa mais uma grande conquista não só para os representantes comerciais, mas também para toda a família, empresas e seus funcionários. “Os descontos e vantagens oferecidos são significativos. É uma grande oportunidade para a categoria ter acesso ao aprimoramento profissional com cursos qualificados, sem falar que vão amenizar os custos com a formação acadêmica de seus filhos”, comentou.
O encontro contou ainda com a presença do conselheiro Valdir Cortez; executivo do SIRECOM-MS, Joelson Cândido dos Santos;  a representante da Estácio de Sá Maite Casara e Patricia Nogueira Kohatsu (setor administrativo-financeiro do CORE-MS).
Para obter mais informações, os representantes comerciais deverão entrar em contato com a consultora Maitê Casara por intermédio do e-mail maite.casara@estacio.br e celular (67) 98198-0302.
Serviço:

Faculdade Estácio de Campo Grande
Rua Venâncio Borges do Nascimento, 377 – Jd. TV Morena
Telefone: (67) 98198-0302
E-mail: maite.casara@estacio.br
site: www.estacio.br

 

*Assessoria de Imprensa

Na opinião de Bauer, o que vem primeiro é o dever, e depois o direito. Foto: Divulgação

Representante comercial Bauer usufrui dos benefícios de ser sindicalizado

Bauer Ferreira Lamas (do segmento Bazar) atua na Representação Comercial há 13 anos e declarou-se satisfeito em ter a oportunidade de usufruir dos benefícios garantidos pelo SIRECOM-MS. “Meu filho queria aprender a jogar futebol e não encontrávamos escolinha. Com a parceria firmada pelo sindicato, meu filho pode ingressar na escolinha de futebol do SESC-MS, pagando preço diferenciado”, comemorou.

O representante comercial manifestou também seu contentamento pelo acesso que passou a ter ao restaurante do SESC-MS, sendo favorecido com descontos especiais. “Eu, minha esposa e meus dois filhos almoçamos por um preço muito atraente, em local com ar-condicionado, área de descanso, sem falar na qualidade, pois o restaurante possui nutricionista. Essa parceria é muito proveitosa para nossa categoria”, elogiou.

Como apoiador das ações do SIRECOM-MS, Bauer defende que todos os representantes comerciais precisam atentar para a necessidade de vir a se associar ao seu sindicato .

bauer sirecom ms sesc1

Bauer: ‘representantes comerciais precisam atentar para a necessidade de vir a se associar ao seu sindicato’. Foto: Assessoria de Imprensa

Para Bauer, uma associação só é funcional à medida que as pessoas começam a participar, por isso “esse desejo de me tornar um associado vem ao encontro das mudanças que o nosso País está vivendo, porque se você quer um Brasil melhor, a primeira atitude tem que ser a sua. Se quero um sindicato melhor, eu tenho que fazer a minha parte”.

Ao dar o primeiro passo que é associar, considerou Bauer, o representante comercial passa a participar das decisões e ações que ocorrem no sindicato, podendo a partir disso contribuir de alguma forma. “Nós, representantes comerciais, muitas vezes olhamos o sindicato e o CORE como um ‘bicho papão’, que só tomam o nosso dinheiro. E na verdade, se olharmos por uma outra ótica, a partir do momento que participamos, também vamos ter o direito de reivindicar o que consideramos justo”, avaliou.

Na opinião de Bauer, o que vem primeiro é o dever, e depois o direito. Antes de mais nada, disse ele, o representante comercial tem que cumprir com suas obrigações, para depois exigir. “Cabe a nós sermos mais participativos, levar nossas ideias e cobrarmos as ações necessárias a favor de nossa categoria”, reconheceu.

A atividade da Representação Comercial vem sendo minada ao longo dos anos, alertou Bauer, com determinadas representadas comprometendo a renda dos profissionais da área. Conforme ele, “muitas vezes somos intimidados com o medo de perdermos a fonte de sustento de nossa família. Infelizmente nossa classe é grande, mas não é forte”.

Para Bauer, passou da hora de o representante comercial mudar sua maneira de pensar, visto que “a nossa classe não pode ser grande só de tamanho, mas sim de ações, de postura, e só vamos ser assim com um sindicato forte”.

 

Parcerias firmadas com os seguintes órgãos e empresas:

 

– Fecomércio: certificação digital para representante comercial; negociação da Convenção Coletiva de Trabalho;

– IPF (Instituto de Pesquisa Fecomércio): suporte em pesquisas;

– Sesc/MS: convênio para que os representantes usufruam das várias áreas de atuação do Sesc, tais como educação regular (ensino infantil e fundamental), saúde, cultura, lazer e assistência;

– Senac/MS: cursos técnicos;

– Sebrae/MS: palestras;

– Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande: Bolsas de Cursos de graduação, graduação tecnológica e pós graduação. Nas modalidades de ensino Presencial, ensino a distância e Flex (semipresencial) para graduação,  e presencial e EAD (educação a distância) para pós-graduação.

– Una Virtual: cursos de graduação e pós-graduação;

– Uniodonto: convênio odontológico;

– RepCom: software de gestão representação comercial

– Doutor Lubrifica – soluções automotivas delivery, oferecendo inclusive lavagem ecológica do veículo

– Churrascaria Figueira – desconto especial para o representante comercial

Todos os convênios firmados pelo SIRECOM-MS oferecem serviços e descontos especiais à categoria da Representação Comercial de Mato Grosso do Sul.

 

Outros benefícios garantidos aos sindicalizados:

 

– Assessoria jurídica;

– Cálculos indenizatórios;

– Orientação na abertura de empresas de representação comercial e RCA;

– Emissão de atestado de exclusividade;

– Espaço para treinamentos/reuniões específica na área da representação comercial.

 

*Assessoria de Imprensa

Carteirinha visa a valorização e facilidade de identificação do associado do SIRECOM-MS

George Pereira pede mobilização do CORE-MS e SIRECOM-MS para fortalecer carteirinha do Representante Comercial do MS

O SIRECOM-MS passa a disponibilizar a carteirinha de associado. Além de visar a valorização, informou o diretor Jairo Jorge Duarte de Rezende (membro do Conselho Fiscal efetivo) a carteirinha vai facilitar a identificação do representante comercial em eventos promovidos pelo sindicato, nos quais o associado tem o direito de participar gratuitamente.

Diretor do SIRECOM-MS Jairo Rezende defende que ao se tornar um associado, o representante comercial conquista melhor posição em sua profissão e na sociedade. Foto: Assessoria de Imprensa

Diretor do SIRECOM-MS Jairo Rezende defende que ao se tornar um associado, o representante comercial conquista melhor posição em sua profissão e na sociedade. Foto: Assessoria de Imprensa

O associado tem ainda ao seu dispor, observou o diretor, espaço para realização de reuniões de trabalho, cabendo a ele pagar somente uma taxa de manutenção. Outro benefício que o associativismo garante é a emissão do atestado de exclusividade.

Segundo  Jairo Rezende, a maior vantagem de o representante comercial ser um associado é o direito que ele adquire de fazer parte das decisões de sua entidade de classe, com participação em reuniões, contribuindo desta forma com o crescimento da profissão. “Ele passa a ter direito a voto; ajuda a decidir os caminhos a serem tomados, deixando de ficar à margem do processo”.

Conforme o Diretor, pelo o fato de não conhecerem o funcionamento do sindicato, nem sobre os seus direitos, muitos representantes comerciais acabam não interessando em se associar, inclusive confundem Contribuição Sindical com Contribuição Associativa. Ele esclareceu que “a Contribuição Sindical tem caráter tributário e deve ser recolhido, obrigatoriamente, todo o ano, pelos profissionais que pertencem a uma categoria. Já a Contribuição Associativa é a prestação pecuniária, voluntária, paga pelo associado ao sindicato em virtude de sua filiação à agremiação”.

Primeiro passo que o representante comercial deve dar, orientou Jairo Rezende, é estar dentro do sindicato, para assim se inteirar dos fatos e de seus direitos, podendo desta forma contribuir com os demais. Para ele, “a participação é muito importante para que o representante comercial tenha uma posição melhor na sociedade e na própria profissão, deixando de ficar à margem das decisões que afetam sua atividade”.

Jairo Rezende fez questão ainda de esclarecer que o CORE-MS é um órgão fiscalizador. Já o Sindicato é um órgão que empreende as lutas a favor da Representação Comercial. “Com participação ativa no sindicato como associado, o representante comercial vai ter a oportunidade de trazer os seus esforços, votando propostas em favor de toda a categoria”.

Falta de conhecimento

Para George Pereira, aliar-se ao SIRECOM-MS é a única forma do representante comercial do MS se defender. Foto: Arquivo pessoal

Para George Pereira, aliar-se ao SIRECOM-MS é a única forma do representante comercial do MS se defender. Foto: Arquivo pessoal

O representante comercial George Pereira (do segmento de supermercados, papelaria e utilidades), que atua na profissão há duas décadas, avaliou como positivas as ações providas pelo SIRECOM-MS, com a valorização e benefícios garantidos à categoria. Ele lamentou o fato de o número de associados ainda ser pequeno, “O que se deve à falta de conhecimento da maioria sobre as funções do sindicato e do Conselho Regional dos Representantes Comerciais [CORE-MS]. Criticar é muito fácil. Mas muitos representantes comerciais, inclusive que participam de grupos de whatsapp em âmbitos estadual e nacional, não se dão conta o quanto é difícil unir a categoria, e mais ainda conscientizá-la da importância de contribuir com a construção de um associativismo forte”, avaliou.

George sugeriu que seja criado um grupo de whatsapp somente com os associados, para que eles possam constantemente dar suas sugestões de melhorias e novas lutas a serem empreendidas a favor da Representação Comercial.

Segundo ele, seria muito produtivo os associados se tornarem  multiplicadores das ações  e de campanhas de conscientização no sentido de construir uma categoria forte, levando informações que façam os demais representantes comerciais saírem da zona de acomodação e somarem forças com suas entidades representativas.

É lamentável, observou George, que hoje as decisões, inclusive das bandeiras da classe a serem defendidas, estejam nas mãos de poucos associados. “Ser associado passa a significar uma conquista, pois o representante ganha voz e vez, dando ideias para avançarmos em nossa profissão”, disse.

Para George, a realização também de reuniões somente com os associados poderia contribuir de forma eficiente com uma mobilização para se buscar novos filiados.  Ele  considerou ainda que vídeos institucionais explicando o conceito do sindicato, além de expor sua função e ações, elucidariam àqueles que só criticam por pura falta de conhecimento. “O desinteresse é tamanho, que muitos representantes mandam fazer suas carteirinhas no conselho e sequer vão buscar, já que não são incomodados por uma fiscalização mais rigorosa”, constatou.

Conforme George, “tenho certeza que se todos os representantes comerciais tomarem maior conhecimento sobre o valioso papel do sindicato,  colocaremos a categoria entre as principais do mercado, pois nosso trabalho é muito importante para o desenvolvimento do País”.

Lutas a serem empreendidas

George apontou a necessidade de todos terem a consciência que somente por meio do sindicato é que o representante comercial vai conseguir se proteger, principalmente no Estado do MS, “onde se verifica um movimento no sentido de se instalar as contas nacionais, as quais têm tomado as maiores vendas do varejo e do setor atacadista”.

Infelizmente, lamentou George, as vendas têm saído das mãos dos representantes comerciais, enfraquecendo a categoria, além de levar o lucro para fora do Estado. “Poucos representantes conseguem vender para os grandes supermercados da Capital; no caso de loja de brinquedos, somente se consegue vender no interior. Estamos nos tornando um Estado de assalariados”, criticou ao convocar a categoria para que se una ao sindicato com intuito de, com amparo legal,  encontrar alternativas perante às indústrias, fazendo com que esse quadro mude.

Outra situação grave, advertiu George, refere-se aos maiores atacadistas distribuidores do País, que concorrem diretamente com os representantes comerciais do MS. “Temos que criar um movimento envolvendo o SIRECOM-MS e o CORE-MS para fortalecer nossa categoria, fazendo valer a nossa carteirinha e, ao mesmo tempo, inibir a atuação em Mato Grosso do Sul de representantes comerciais que não são registrados em nosso Estado. “Se o representante comercial mora e vende em Mato Grosso do Sul, deveria ser registrado no CORE-MS e sindicalizado no SIRECOM-MS e não em outro Estado”, alertou.
*Assessoria de Imprensa