Imagem Fecomércio/MS

Confiança do industrial é a maior desde janeiro de 2014, informa CNI

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) atingiu 54 pontos neste mês, o maior nível do indicador desde janeiro de 2014. Além disso, está 16,6 pontos acima do registrado em março de 2016. A informação é da pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta sexta-feira, 17 de março. Os indicadores variam de zero a cem pontos e quando ficam acima de 50 pontos mostram empresários confiantes.

Foi o terceiro mês consecutivo que o ICEI ficou acima dos 50 pontos e, pela primeira vez, desde outubro de 2016, todos os portes de empresas apresentaram otimismo. O crescimento de 0,9 ponto no índice ocorreu pela melhoria em todos seus componentes. O índice de expectativas atingiu 58 pontos em março, refletindo maior otimismo com relação tanto à economia brasileira quanto à sua empresa. Embora o índice sobre as condições atuais da empresa e da economia tenha registrado crescimento entre fevereiro e março, continua abaixo da linha dos 50 pontos, em 46,3 pontos. De acordo com a pesquisa, o empresário ainda vê piora em na situação do negócio, mas essa percepção é menos intensa e menos disseminada que em fevereiro.

Na maioria dos setores das indústrias extrativa, de transformação e da construção, houve melhora na confiança no primeiro trimestre do ano. Enquanto em janeiro 21 setores apresentavam falta de confiança, em fevereiro esse número caiu para sete e, em março, foi para cinco. O levantamento foi feito entre 2 e 14 deste mês com 3.004 empresas. Dessas, 1.161 são de pequeno porte, 1.145 são médias e 698 grandes.

*Fonte: CNI