Imagem Freepik

ATENÇÃO!!

O CORE-MS estará em Três Lagoas/MS nos dias 09 a 11/11/21 e Dourados/MS nos dias 22 a 24/11/21.
Serviços oferecidos:
-Novos registros;
-Baixas de registros;
-Acordos de débitos com até 90% de desconte sobre juros e multas (REFIS 2021);
-Balcão de oportunidades;
-Orientações sobre seus direitos e deveres.
Contato por whatsapp (67) 3047-0707 e
e-mail atendimento@corems.org.br

images

Refis garante desconto de até 90% nos juros e multas para você quitar débitos

Será possível negociar até 10/12/2021, débitos com o CORE-MS, vencidos até 31/12/2020. Para aderir ao Refis, basta entrar em contato com o CORE-MS. Os atendimentos acontecem através dos telefones: (67) 99982-0503, 3047-0707 e 99974-4528. O contato também pode ser feito através do e-mail parcelamento@corems.org.br com CNPJ, CPF ou o número do registro.

 

 

Representantes comerciais Júlio Cezar e Andrei com o diretor técnico da Rebotec Jonathan.  
Foto Assessoria de Imprensa

Associado do SIRECOM-MS usufrui do serviço ‘Espaço do Representante’ sem custo de locação

Além de sindicalizado, o representante comercial Júlio Cezar Duarte Rodrigues é um associado do SIRECOM-MS, e nesta terça-feira (11), a partir das 18h, usufruiu do espaço oferecido, sem custo de locação, para realização de palestra, apresentando na oportunidade o produto Rebotex, lançado recentemente pela distribuidora Moldimplas.

Proprietário da Duarte & Koller Representação Ltda, Júlio Cezar, acompanhado do seu parceiro Andrei Júnior Koller e do diretor técnico da Rebotec Jonathan Marques de Albuquerque, fez a apresentação do inovador Rebotec, que “se trata de um impermeabilizante definitivo. O Rebotec é uma promessa na solução definitiva dos problemas de infiltração”.

associado sirecom ms 1

Representante Júlio Cezar elogiou a estrutura oferecida pelo SIRECOM-MS. Foto Assessoria de Imprensa

O representante comercial ficou satisfeito pelo benefício que recebeu do sindicato por ser um associado. Além de não pagar nada no que se refere à locação, ele se declarou satisfeito com a estrutura oferecida para realização de seu evento. “A estrutura que foi colocada à nossa disposição é maravilhosa. O atendimento também é excelente. Tivemos todo o respaldo necessário para realizar um evento bem-sucedido”, enalteceu.

Com a intermediação do SIRECOM-MS, Júlio Cezar conseguiu também o respaldo do Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Dourados – SINDICOM – para promover o evento em Dourados.

Segundo Júlio Cezar, “é desse respaldo que precisamos. Quero agradecer ao SIRECOM-MS, que sempre nos atendeu muito bem”.

 

Serviço ‘Espaço do Representante Comercial’

 

O SIRECOM-MS disponibiliza espaço para treinamentos, reuniões, entre outras atividades relacionadas à área da representação comercial.

Associado: Gratuito (com agendamento)

Sindicalizado: R$ 200,00 (período)

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones: (67) 3325-7111 e 9 9916-9633 (WhatsApp).

 

*Assessoria de Imprensa

A feira, inédita na Capital, foi um sucesso. Foto Assessoria de Imprensa

Representante Comercial com mais de 50 anos de atividade realiza feira inédita na Capital

Com mais de meio século de Representação Comercial, Adalberto Caetano Cabral – da Cabral Representações –  é o mais antigo representante comercial da Astra, com 45 anos de atividade. “Quando comecei a representá-la, a Astra era uma fabriqueta. Em 1972, eu que  introduzi os produtos Astra em Mato Grosso, Rondônia e Acre, passando a fazer a distribuição dos seus produtos em todas as lojas destes estados”, lembrou.

Diogo Cabral, da DC Representações, herdou do pai a vocação para a representação comercial e o privilégio de também representar a Astra.

Pai e filho realizaram, de 18 a 20 de maio, a SIGA – Semana Itinerante do Grupo Astra,  evento inédito em Mato Grosso do Sul, quando os clientes puderam apreciar o showroom com produtos da Astra e Japi. “Os clientes além de conhecer os produtos, tiveram condições diferenciadas de pagamentos e negociações. Até hoje, em Campo Grande, nenhuma indústria havia feito uma feira dessa”.

O representante Diogo se sentiu gratificado com o resultado da SIGA, pois “o evento foi um sucesso. A Astra hoje é líder no segmento de armários, assentos sanitários, de espelheiras, produtos voltados ao mercado de materiais de construção. Estamos também com uma linha nova para mercados e bazares”.

Diante do sucesso da iniciativa, Diogo acredita que a SIGA se tornará uma programação tradicional em MS . “Muitos clientes, inclusive do interior do Estado nos procuraram. Já pediram para que levássemos a SIGA também para Dourados. Provavelmente, no ano que vem, realizaremos este evento em Dourados”, anunciou.

 

Reconhecimento profissional

 

Quando a Astra completou 50 anos, Adalberto Cabral foi premiado com uma TV 39 polegadas. E ao fazer 60 anos, a Astra presenteou o representante comercial com 45 anos de atividades na empresa. Ele ganhou uma TV 50 polegadas. “O grande valor destes presentes é a emoção que sentimos ao termos nosso trabalho reconhecido”.

 

*Assessoria de Imprensa

 

Irmãos Oswaldo e Suely comemoram as bodas de ouro da Representações Rodrigues. Foto Assessoria de Imprensa

Bodas de ouro: persistência marca os 50 anos da Representações Rodrigues

O ano de 2017 é histórico para a empresa Rodrigues Representações Ltda, que completa neste mês de maio 50 anos de existência. O fundador da empresa, Oswaldo Rodrigues dos Santos (in memorian), conhecido como Jamanta, a partir de 1962 passou a viajar para Campo Grande , quando iniciou na então profissão de “caixeiro viajante”, percorrendo todo o Estado de Mato Grosso. Sua primeira representada foi a “Cipla”, distribuidora de auto peças que já não existe. Em 1967 fundou a empresa Representações Rodrigues.

Mais estabilizado, em 1969, Jamanta trouxe sua família de São Paulo para morar também na “Cidade Morena”. A esposa, Maria Aparecida Cardoso Santos (in memorian), dava todo o respaldo, assumindo as responsabilidades da educação dos oito filhos do casal, para que o representante comercial, que passava até um mês fora de casa trabalhando, pudesse prosperar nos negócios.

Empresário Oswaldo disse que a persistência marcos os 50 anos da Representações Rodrigues

Empresário Oswaldo disse que a persistência marcou os 50 anos da Representações Rodrigues

Jamanta veio a falecer em 1977, aos 53 anos de idade. Os filhos herdaram do pai a vocação para a representação comercial, dando continuidade à história da  Representações Rodrigues.

Sob forte emoção, Oswaldo Rodrigues Filho lembra com orgulho do perfil de seu pai. “Sempre tentei seguir os exemplos deixados pelo meu pai. Até hoje ele, graças ao seu trabalho dedicado como representante comercial, é lembrado pelo pessoal ligado às indústrias. É um exemplo até difícil de ser seguido, pois meu pai se destacou muito em sua profissão, mesmo com todas as dificuldades da época”, disse.

 

Uma história de luta

 

Ao recordar a luta de seu pai, Oswaldo Rodrigues Filho apontou algumas dificuldades da época, tais como o transporte, com estradas de terra ruins e inexistência de rodovias; a comunicação também era precária, esta que foi melhorar um pouco com o surgimento do telex. Em início de 1980, houve um avanço maior com o fax e hoje temos a facilidade de toda tecnologia disponível a nosso favor.

 

Méritos

 

Desde a época de seu pai para cá, observou o empresário, a imagem do representante comercial mudou muito, e infelizmente não são todas as mudanças que foram positivas.

Quando iniciou a carreira, lembrou Oswaldo Rodrigues Filho, o cliente fazia questão de atender o representante comercial. “Os clientes, principalmente dos municípios, levava-nos para casa deles. Não éramos somente um fornecedor, e sim amigos. Hoje isso mudou, ainda temos grandes amigos mas vem diminuindo e o relacionamento com muitos acaba sendo quase que estritamente comercial”.

 

Persistência

Nem tudo foram flores, comentou Oswaldo Rodrigues Filho, que atua como representante comercial há 36 anos ao lado das irmãs Roseli (in memorian) e Suely, pois “tivemos que enfrentar nestes anos à frente da Rodrigues Representações momentos  muito ruins”. Ele atribui os 50 anos de existência da Representações Rodrigues ao espírito de persistência da família, por acreditar no trabalho, apostando que sempre iria melhorar.

O empresário disse que nunca pensou em desistir da Representações Rodrigues, haja vista que apesar das crises, ele tinha experiência no ramo e o amor pela profissão acaba falando mais alto.

Ao avaliar o atual cenário, o empresário declarou que a indústria não precisa mais de um vendedor, o perfil do representante mudou muito, hoje tem que serum promotor, administrador, e consultor dos clientes. “O representante comercial não pode se limitar a colocar mercadoria dentro das empresas. Temos que ajudar os nossos clientes a vender, de maneira certa e pelo preço justo”.

Para Oswaldo Rodrigues Filho é lamentável constatar que tanto determinados clientes como algumas representadas consideram que o representante comercial já não é mais necessário no mercado, principalmente por eles terem grande acesso às informações etecnologia. “Hoje verificados em muitos casos o contato direto da fábrica com o cliente. Nosso maior desafio é mostrar que somos importantes, mas para isso temos que dominar os conhecimentos do mercado. Somente o representante comercial está capacitado para fortalecer a identidade das indústrias que representa perante os clientes. N final, o relacionamento faz muita diferença na hora de fechar as vendas.”

Durante a entrevista, o empresário fez questão de destacar a indústria “Driveway”, representada que está com a Representações Rodrigues desde 1972, um exemplo de valorização aos profissionais da representação comercial.

Vale ressaltar que em 26 de setembro de 2013, Oswaldo Rodrigues Filho recebeu da Assembleia Legislativa de MS o diploma de Honra ao Mérito em homenagem a sua atuação profissional de destaque na área da Representação Comercial Autônoma no âmbito do Estado.

A irmã do empresário – Suely Rodrigues, enviou um e-mail ao SIRECOM-MS, manifestando sua alegria na comemoração dos 50 anos da Representações Rodrigues, com o seguinte teor: “Poucas são as empresas brasileiras que se orgulham em poder comemorar 50 anos de atividade.  Continuamos com a mesma filosofia de nosso pai, que é confiar sempre, nunca desistir, fazer o melhor, cumprir promessas, e ter respeito e ética. Queremos compartilhar e agradecer a todos do SIRECOM-MS a grande alegria e o prazer desta comemoração. Vocês fazem parte destes 50 anos de uma história de sucesso”.

 

*Assessoria de Imprensa

index.php

SIRECOM-MS e CORE-MS buscam apoio de Secretário de Estado para isenção de ICMS sobre veículos e mostruários

O SIRECOM-MS e o CORE-MS, representados pelo diretor Jairo Rezende,  assessora jurídica Ana Graziela Acosta e Silva e executivo Joelson Cândido dos Santos, em recente reunião com o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Elias Verruck, solicitaram apoio no sentido de sensibilizar o Governo do Estado a elaborar projeto de lei voltado à isenção da cobrança do ICMS sobre os automóveis adquiridos por representantes comerciais que se encontram registrados no conselho e sindicato da categoria em MS.

Outra reivindicação feita refere-se à isenção da cobrança do ICMS em relação aos mostruários enviados pelas indústrias aos representantes comerciais do Estado.

Durante o encontro, foi exposto ao secretário Verruck que os representantes comerciais contribuem de forma expressiva para a expansão da atividade comercial e industrial não só em Mato Grosso do Sul, mas em todo País, e tem o automóvel como instrumento para o desenvolvimento de seu trabalho.

A assessora Ana Graziela argumentou que não se justifica também a cobrança do ICMS sobre os mostruários, já que o material é utilizado apenas como demonstrativo do produto que será vendido. “Tanto é que geralmente esse mostruário é devolvido para a indústria ou acaba perecendo com o tempo de uso”, explicou.

As mesmas bandeiras, destacou a assessora, são defendidas em outros estados brasileiros, sendo mencionados na ocasião Mato Grosso e Goiás, inclusive neste último a categoria já foi beneficiada com a isenção do ICMS na aquisição de veículos automotores.

Otimismo

“A luta é antiga”, lembrou a assessora Ana Graziela, “e exige persistência”. A intenção, segundo ela, é conseguir apoio tanto no Executivo como no Legislativo, conscientizando-os da importância de se beneficiar a categoria da Representação Comercial”.

É imprescindível sensibilizar a classe política sul-mato-grossense, destacou a assessora, despertando-a para as necessidades dos representantes comerciais.

A reunião realizada com Verruck foi considerada positiva.  O secretário se comprometeu a  solicitar estudo do plano de viabilidade para a elaboração do projeto de lei. “Toda renúncia de receita feita pelo Estado tem que ser justificada. O que precisa ficar bem claro é que, se de um lado o Governo vai abrir mão do recebimento de imposto, mas por outro o representante comercial vai ter condições de render muito mais ICMS com a intensificação de suas atividades”, detalhou.

 

 *Assessoria de Imprensa

Representantes do SIRECOM-MS, CORE-MS e ASMAD em audiência com presidente da Assembleia Legislativa de MS

SIRECOM-MS e CORE-MS somam forças com ASMAD para combater concorrência desleal

O SIRECOM-MS, CORE-MS e Associação Sul-mato-grossense de Atacadistas e Distribuidores (ASMAD) unem forças para acabar com a concorrência que consideram desleal em Mato Grosso do Sul

Em audiência com o presidente da Assembleia Legislativa de MS, Júnior Mochi (PMDB), Jairo Jorge Duarte de Rezende e Lionézio Duarte Rezende, representando na oportunidade o conselho e o sindicato dos representantes comerciais; Valquiria Marques e Maria Augusta Ishikawa, que falaram em nome da ASMAD, pleitearam condições de igualdade com relação ao recolhimento de impostos entre o comércio de MS e àqueles que vêm de outros Estados.

Segundo Jairo Rezende, “esta concorrência desleal vem achatando profundamente as nossas negociações em MS”.

Jairo e Lionézio Rezende representaram o SIRECOM-MS e CORE-MS durante audiência

Jairo e Lionézio Rezende representaram o SIRECOM-MS e CORE-MS durante audiência

Diante da situação, foi pedido apoio ao presidente Mochi no sentido de sensibilizar o Governo do Estado para que faça uma revisão tributária, garantindo tratamento igualitário entre os distribuidores e atacadistas do MS e àqueles de outros Estados. “Não é justo que os atacadistas que vêm de fora usufruam de lucros, sem investir nada em nosso Estado, pois sequer geram empregos”, indignou.

Com relação às mencionadas discrepâncias tributárias, informou Jairo Rezende, no Rio Grande do Sul já foi feita a correção, garantindo resultados positivos para o comércio daquele Estado, bem como à categoria da Representação Comercial, que passou a vender os seus produtos diretamente para as empresas que lá se encontram estabelecidas.

A recepção de Júnior Mochi, considerou Jairo Rezende, foi boa, mostrando que ele realmente está empenhado em fazer os questionamentos necessários, buscando respostas para serem discutidas em uma próxima reunião. “O ideal é que todos ganhem, ou seja, o comércio, Estado, e o representante comercial, dando uma contrapartida justa àqueles que realmente investem em Mato Grosso do Sul”, comentou.

 

União de forças

 

A diretora de Eventos Maria Augusta observou que, o CORE-MS e o SIRECOM-MS procuraram a Asmad, apresentando um problema que os atacadistas e distribuidores já estão sentindo há muitos anos. “Já tomamos medidas perante o Governo; elaboramos um projeto e apresentamos ao Secretário de Fazenda do Estado, expondo as dificuldades dos atacadistas e distribuidores hoje em MS”.

Na opinião de Maria Augusta, os atacadistas que vêm de fora “estão deitando e rolando aqui; visto que não geram nenhum emprego; não possuem unidade física instalada dentro de MS; a logística não é feita por nenhum veículo de transportadora de nosso Estado; e sequer abastecem os veículos dentro de MS”.

Segundo a diretora, a cadeia toda em MS está perdendo, inclusive com a perda de arrecadação.”Os atacadistas e distribuidores do Estado estão sem condições de concorrer, porque estamos instalados aqui, pagando os impostos, e eles simplesmente estão fazendo troca de notas, transferência de mercadorias”.

Com o apoio de Júnior Mochi, Maria Augusta disse que a intenção é sensibilizar o Governo para dar atenção a este grave problema que afeta todo o povo sul-mato-grossense, pois “nossos atacadistas estão fechando as portas”.

Durante o encontro, o presidente Mochi disse que o assunto tem que ser discutido com profundidade, inicialmente com os técnicos da Secretaria de Fazenda do Estado, procurando sensibilizá-los com relação ao problema de competitividade.

 

*Assessoria de Imprensa

Representantes comerciais presentes na ação manifestam satisfação com relação à parceria firmada com Bradesco Saúde. Fotos Assessoria de Imprensa

Representantes comerciais aprovam parceria com ‘Bradesco Saúde’

O SIRECOM-MS e o CORE-MS, em ação conjunta com o Bradesco Saúde, promoveram plantão no último dia 25. Os representantes comerciais (pessoas jurídicas) foram recepcionados com um café da manhã a partir das 8 horas. O encerramento do evento se deu às 11 horas.

IMG_6291

João Vieira disse que está otimista com o convênio firmado com a Bradesco Saúde

O representante comercial João Vieira de Souza (segmento tecidos), sempre presente nas ações realizadas pelo SIRECOM-MS, atua na Representação Comercial  há 16 anos. Ele manifestou sua satisfação em observar que o sindicato está com um trabalho atuante, “demonstrando preocupação com a classe”.

Os convênios que vêm sendo firmados pelo SIRECOM-MS foram elogiados pelo representante comercial, lembrando entre eles o SESC/MS, GMB/Perkal Concessionária Chevrolet e agora o Bradesco Saúde. “Principalmente estes convênios firmados mais recentemente são muito bons, e este com o Bradesco Saúde, conforme pude conferir, com certeza vai dar certo”, disse.

Segundo Souza, o que está faltando é maior participação dos representantes comerciais. Ele afirmou que “falta mais incentivo por parte da categoria. O sindicato vem fazendo a sua parte, agora os representantes comerciais têm que participar mais das ações, dar uma resposta maior”.

Dácio marcou presença no plantão acompanhado de sua esposa, Silvana

Dácio marcou presença no plantão acompanhado de sua esposa, Silvana

Outro representante comercial que faz questão de prestigiar os eventos promovidos pelo sindicato é Dácio Gomes de Andrade (do segmento ferragens e ferramentas), que considerou as ações muito importantes para a categoria. Ele enalteceu o fato de o SIRECOM-MS procurar firmar parcerias que beneficiem não só o representante comercial, mas também sua família e funcionários.

A parceria com a GMB/Perkal Concessionária Chevrolet foi destacada por Andrade como uma grande conquista, “pois já sei de muitos amigos que já se beneficiaram com este convênio, e esta parceria firmada com o Bradesco Saúde tenho certeza que também vem para somar”.

Para o representante comercial Diogo de Paula Eduardo Cabral (do segmento de materiais de construção), as ações realizadas e parcerias firmadas pelo sindicato são positivas, pois integra a categoria da Representação Comercial. “O SIRECOM-MS está no caminho certo, beneficiando os representantes comerciais e seus familiares”, reconheceu.

Diogo disse que categoria precisa validar as ações do SIRECOM-MS participando mais das ações

Diogo disse que categoria precisa validar as ações do SIRECOM-MS participando mais das ações

Os representantes comerciais, conforme Cabral, precisam acordar para fortalecer a categoria por meio da união de todos. Ele advertiu que “o sindicato sozinho, sem a força dos representantes comerciais não vai conseguir avançar. É necessário que os representantes comerciais não se restrinjam às críticas e julgamentos. As oportunidades estão acontecendo e o representante comercial precisa validar tudo isso com sua participação, inclusive apresentar suas sugestões de melhorias”.

Presente na ação, o presidente do SIRECOM-MS, José Alcides dos Santos, considerou que o convênio firmado com o Bradesco Saúde vem ao encontro de um grande anseio da categoria, “que é garantir um atendimento de qualidade nas áreas da Saúde e Odontologia, com vantagens especiais”.

 

Planos de Saúde e atendimento odontológico

 

O Bradesco Saúde atende em todo o Brasil, explicou o consultor Alex Terra, e vai possibilitar aos representantes comerciais um desconto de 10 a 15%, dependendo do tipo de plano.

No caso de o representante comercial já possuir plano de Saúde, e preferir migrar para o Bradesco Saúde, não vai ter que se preocupar com carência. “Vamos fazer a compra da carência de quem tem plano compatível com o do Bradesco Saúde, ou seja, quem possuir plano de saúde nacional pode optar pelo Bradesco Saúde, passando a usar os serviços sem carência. Nossos planos não são regionalizados”, esclareceu.

O Bradesco Saúde, detalhou Terra, não é somente um plano de Saúde, e sim um Seguro de Saúde, pois trabalha também com a forma de reembolso, isso oferece a possibilidade ao cliente de optar pelo médico de sua preferência, independente de o profissional pertencer ao quadro de médicos do plano. Neste caso, o representante comercial vai escolher o plano e a forma de reembolso que preferir. “Inclusive ele vai ter direito à segunda opinião médica”, lembrou.

Vale levar em conta também, explicou Terra, a questão da Rede Referenciada. Ele destacou que Campo Grande está crescendo muito e possui expressivo número de médicos referenciados. “Os maiores hospitais de Campo Grande atendem pelo Bradesco Saúde”, garantiu.

Todos os planos do Bradesco Saúde abrangem o plano odontológico Bradesco Dental, ou seja, as pessoas incluídas no plano de saúde vão ter acesso também à cobertura completa do atendimento odontológico, com exceção dos procedimentos estéticos.

As empresas de Representação Comercial de MS interessadas em fazer adesão ao  Bradesco Saúde podem entrar em contato  com Alex Terra pelo celular (67) 9 9290-8787 (whatsapp).

*Assessoria de Imprensa